Áreas de atuação do Bioquímico

por | out 21, 2018

O Bacharel em Bioquímica faz uso intenso dos conceitos e tecnologias das ciências químicas e bioquímicas para manipular processos químicos dos seres vivos e biomoléculas e assim produzir produtos, processos e serviços em diferentes ramos e contextos: científico, industrial, clínico, analítico, ambiental, alimentício, farmoquímico, químico e biotecnológico.
Não deve ser confundido com o farmacêutico e biotecnológo e tampouco fica limitado a biotecnologia  e pesquisa científica, uma vez que possui ampla diversidade de atuações.
 Bacharéis em Bioquímica atuam na análise laboratorial, gestão e controle de qualidade, pesquisa , desenvolvimento, inovação, melhoramento contínuo, vendas e marketing, gestão de projetos, gestão de laboratórios e também  na produção de insumos, ingredientes, reagentes, equipamentos e produtos bioquímicos e biobased em diversas áreas e indústrias, entre as quais, destacamos:
SMXLLBacharéis em Bioquímica atuam na pesquisa, análise, controle de qualidade, produção de insumos e venda de reagentes e equipamentos na área de bioquímica clínica e diagnóstico molecular. Inclusive sendo RT por análises (exames) laboratoriais em hospitais, como ficamos recentemente sabendo :) ''A bioquímica clínica consiste em uma ciência que medeia a química e a patologia, responsável por investigar materiais orgânicos em que seus resultados refletem alterações metabólicas responsáveis pelo desenvolvimento de doenças. Estabelecer valores de referência bioquímicos em amostras orgânicas é de suma importância, pois eles servirão como parâmetros para avaliar as alteraçőes funcionais do indivíduo, e com isso contribuir com o médico clínico, diminuindo suas incertezas e propiciando a conduta mais adequada de tratamento. Nesse cenário, os Bacharéis em Bioquímica apresentam grande possibilidade de contribuição através da pesquisa, desenvolvimento e análise em si de múltiplos exames, tais como, avaliação de proteínas, aminoácidos, enzimas, lipídeos, minerais, eletrólitos, aspectos bioquímicos da hematologia, como o ferro sérico, hormônios, marcadores tumorais, líquidos orgânicos, substâncias do sistema hepatobiliar, dentre outros analitos, que podem ser analisados quantitativamente e/ou qualitativamente. Uma vez confirmado o diagnóstico bioquímico, em algumas situações particulares, pode ser oferecido o diagnóstico molecular, realizado em DNA ou RNA. Atualmente, as investigações bioquímicas estão presentes em todos os ramos da medicina e fortemente inseridas nas relações médico-paciente. Isso se deve principalmente, as informações sobre exames e doenças que são extensamente atualizadas, incluindo novas tecnologias como anticorpos monoclonais, reação em cadeia da polimerase, citometria de fluxo, dentre outras técnicas modernas que melhoram a precisão e a capacidade diagnóstica.'' Flaviane Coutinho

 

 

''A bioquímica clínica consiste em uma ciência que medeia a química e a patologia, responsável por investigar materiais orgânicos em que seus resultados refletem alterações metabólicas responsáveis pelo desenvolvimento de doenças. Estabelecer valores de referência bioquímicos em amostras orgânicas é de suma importância, pois eles servirão como parâmetros para avaliar as alteraçőes funcionais do indivíduo, e com isso contribuir com o médico clínico, diminuindo suas incertezas e propiciando a conduta mais adequada de tratamento. Nesse cenário, os Bacharéis em Bioquímica apresentam grande possibilidade de contribuição através da pesquisa, desenvolvimento e análise em si de múltiplos exames, tais como, avaliação de proteínas, aminoácidos, enzimas, lipídeos, minerais, eletrólitos, aspectos bioquímicos da hematologia, como o ferro sérico, hormônios, marcadores tumorais, líquidos orgânicos, substâncias do sistema hepatobiliar, dentre outros analitos, que podem ser analisados quantitativamente e/ou qualitativamente. Uma vez confirmado o diagnóstico bioquímico, em algumas situações particulares, pode ser oferecido o diagnóstico molecular, realizado em DNA ou RNA.
Atualmente, as investigações bioquímicas estão presentes em todos os ramos da medicina e fortemente inseridas nas relações médico-paciente. Isso se deve principalmente, as informações sobre exames e doenças que são extensamente atualizadas, incluindo novas tecnologias como anticorpos monoclonais, reação em cadeia da polimerase, citometria de fluxo, dentre outras técnicas modernas que melhoram a precisão e a capacidade diagnóstica.'' Por Flaviane Coutinho

 

LXLMS

 

Da tecnologia química e bioquímica de alimentos ao controle de qualidade físico-químico e microbiológico. Do desenvolvimento analítico até as novas tecnologias de identificação de OGMs/transgênicos e biologia molecular. Da produção de alimentos e bebidas por fermentação (queijos, cerveja e vinhos) até a produção de compostos alimentares para necessidades nutricionais especiais, e mesmo nas análises de alimentos (bromatológicas) lá está o Bacharel em Bioquímica!

 

 

SMXLL

A nós interessa usar células e seres vivos como reatores químicos para novos bioprodutos. Desde a manipulação genética mais básica até o scale up em ambientes BPF/BPL, da melhor formulação de meio de cultura até a escolha do melhor agente biológico de produção, da operação do biorreator até o controle de qualidade.
Conte com os conhecimentos dos bacharés em Bioquímica para a produção de biossimilares, alimentos fermentados, etanol e químicos renovavéis e muito mais!

 

 

LXLMS

 

Você sabia que o bacharel em Bioquímica tem tudo a ver com o ramo de cosméticos?

Desde a utilização de peptídeos bioativos até o anti-aging ácido hialurônico, passando por fitoquímicos como extratos vegetais, óleos esseciais aromáticos e flavonóides. Fora as novas técnicas de liberação de compostos bioativos através da nanobioquímica e enzimas, alcalóides, biopolímeros e compostos bioquímico produzidos via fermentação!

Tudo isso para atuar justamente na sua bioquímica corporal!!! Afinal, a grande proposta da área cosmética é atuar nas estruturas bioquímicas de pele e cabelo (colágeno, elastina, queratina, ácido hialurônico,radicais livres, água, sais minerais, lipídeos) para prolongar a juventude, beleza, saúde e bem estar! 🙂

 

 

SMXLL
 E claro, se você está pensando em CSI, área forense e análises toxicológicas, a graduação em Bioquímica é sua casa!. A toxicologia tem como objeto de estudo os efeitos adversos das substâncias químicas e bioquímicas sobre os organismos. Possui vários ramos, sendo os principais a toxicologia experimental, importantíssima para a liberação de novos produtos para a saúde humana e a toxicologia analítica, que tem como objetivo identificar/quantificar toxicantes em diversas matrizes, sendo estas biológicas (sangue, urina, cabelo, saliva, vísceras, etc.) ou não (água, ar, solo). No entanto existem outras áreas da toxicologia como a ambiental, forense, de medicamentos e cosméticos, ocupacional, ecotoxicologia, entomotoxicologia, veterinária,.

Compartilhe este artigo:

Bioquímica Brasil

O movimento Bioquímica Brasil foi fundado em 2014 por egressos e estudantes dos cursos de Bioquímica.

bioquimicabr@gmail.com

Bioquímica Brasil

O movimento Bioquímica Brasil foi fundado em 2014 por egressos e estudantes dos cursos de Bioquímica.

bioquimicabr@gmail.com

0 comentários

Enviar um comentário

REDES SOCIAIS & CONTATO

FACEBOOK LINKEDIN INSTAGRAM

bioquimicabr@gmail.com

FACEBOOK
LINKEDIN
INSTAGRAM

bioquimicabr@gmail.com

Bioquímica Brasil ©. Divulgando a ciência Bioquímica desde 2014!