AOS VESTIBULANDOS

Veja nos vídeos e tópicos a seguir um pouco mais sobre o bacharel em Bioquímica no Brasil, suas áreas de atuação e principais dúvidas dos vestibulandos!

Ser Bioquímic(o,a,x,e) é para você?

Geralmente os alunos que se inscrevem para o processo seletivo de entrada na graduação em Bioquímica (ENEM/SISU) já possuem tendência a apresentarem os seguintes comportamentos:

  • Gostam muito de química, física, matemática e biologia;
  • Gostam da mistura de conceitos da química e da biologia;
  • Gostam de resolver problemas;
  • São criativos e proativos;
  • São persistentes e possuem disciplina com os estudos;
  • São motivados a aprender.

Cerca de 70 a 75% da grade curricular das graduações em Bioquímica estão relacionadas a conteúdos de química.

Logo, é um curso em que você verá mais química do que biologia e a biologia vista terá uma visão molecular (bioquímica).

Você tem que gostar de química! E sim, você verá também bastante matemática (cálculo, estatística) e física.

Sugestões de Leitura

Como é a Grade Curricular?

Cerca de 70 a 75% da grade curricular das graduações em Bioquímica estão relacionadas a conteúdos de química.

Logo, é um curso em que você verá mais química do que biologia e a biologia vista terá uma visão molecular (bioquímica).

O conteúdo do curso é centrado em ciência, tecnologia e inovação nas interfaces entre química e biologia, com uso intenso dos conceitos e tecnologias das ciências químicas e bioquímicas, definindo assim o Bacharel em Bioquímica  como profissional da química com registro no sistema CFQ/CRQ e também alinhado ao perfil profissional nacional e internacional da profissão. De uma forma geral os conhecimentos comuns a diversos bacharelados, no Brasil, América Latina, Portugal, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos envolvem:

  • Entendimento dos fenômenos químicos: visão ampla sobre a organização, classificação e propriedade de moléculas, fenômenos de transformação química, de análises químicas e de formulações químicas, através de conhecimentos das bases científicas de química geral, química inorgânica, química orgânica, físico-química, química analítica e instrumental de análise.
  • Entendimento dos fenômenos bioquímicos: visão ampla sobre a organização, classificação e propriedade de biomoléculas, fenômenos de transformação bioquímica, de análises bioquímicas e de formulações bioquímicas, através de conhecimentos pormenorizados sobre cada classe de biomoléculas, de suas interações e técnicas instrumentais de análise. Envolve: bioquímica estrutural, bioquímica metabólica, bioquímica celular, bioquímica fisiológica, bioquímica de ácidos nucléicos, bioquímica de proteínas, enzimologia, processos fermentativos, fitoquímica e produtos naturais, química bioinorgânica, bioquímica analítica, instrumental de bioanálise.
  • Entendimento da estrutura e dos fenômenos biológicos sob o ponto de vista bioquímico: conhecimentos sobre o funcionamento molecular de processos biológicos fundamentais envolvendo a célula (biologia celular, bioquímica celular, bioquímica metabólica), a microbiologia, tecidos, órgãos e fisiologia (morfofisiologia humana, morfofisiologia vegetal, bioquímica fisiológica, bioquímica vegetal, imunologia).
  • Ferramentas das Ciências Exatas: conhecimentos matemáticos, físicos, estatísticos e computacionais que possam ser utilizados como ferramentas para o entendimento dos processos e padrões bioquímicos assim como para a resolução de problemas complexos. Envolve disciplinas de Física, Estatística, Cálculo, Bioinformática, utilização avançada de softwares específicos.
  • Ferramentas tecnológicas: conhecimentos e ferramentas de tecnologias diversas tais como tecnologia farmoquímica, tecnologia química, tecnologia de alimentos, tecnologia biológica (biotecnologia), tecnologia analítica, tecnologia de papel e celulose, operações unitárias, fenômenos de transporte, desenho técnico, biossegurança, segurança química, boas práticas laboratoriais e de fabricação.
  • Manipulação da bioquímica visando a produção de riqueza econômica: conhecimentos de química e bioquímica aplicadas de forma a gerar novas tecnologias inovadoras ou executá-las em ambientes produtivos, tais como:

* Bioquímica clínica e Diagnóstico molecular;

* Bioquímica Toxicológica e Forense;

* Bioquímica de alimentos, Análise de alimentos;

* Bioquímica ambiental e análises ambientais e de poluentes;

* Processos fermentativos e enzimáticos industriais (bioprocessos);

* Bioquímica industrial de produtos naturais, fitoquímicos e óleos essenciais;

* Bioquímica industrial de cosméticos;

* Bioquímica industrial de farmoquímicos, biofármacos e imunobiológicos;

* Bioquímica industrial de tratamento de águas e efluentes;

* Análises laboratoriais de controle de qualidade microbiológicas, físico-químicos, bioquímicas e biomoleculares.

  • Noções de construção de riqueza econômica: empreendedorismo, proteção industrial e intelectual (patentes), garantia da qualidade, gestão de projetos, gestão de inovações, vendas e marketing.
Quais são as áreas de Atuação Profissional?

O Bacharel em Bioquímica é qualificado para atuar em áreas que demandem um profissional com visão ampla a respeito das interfaces entre química e biologia e suas áreas afins.

O objetivo do curso é formar profissionais que possam atender a setores estratégicos para o desenvolvimento econômico e social, tanto a nível local e regional quanto a nível nacional, em áreas como:

  1. Produção científico-tecnológica e de inovação: ciência básica, desenvolvimento e melhoria contínua de produtos industriais e serviços analíticos, inovação;
  2. Serviços analíticos (clínicos, ambientais e de alimentos);
  3. Controle e garantia de qualidade;
  4. Produção industrial de compostos bioquímicos por processos fermentativos e outros métodos;
  5. Manipulação, formulação, análise e produção de produtos contendo compostos bioquímicos principalmente nas áreas de alimentos, cosméticos, farmoquímicos, diagnóstico laboratorial, químicos renováveis e agroquímicos;
  6. Disseminação de conhecimento científico-tecnológico (docência, consultoria, assessoria científica, vendas e marketing).
  7.  Serviços gerenciais: gestão de projetos e processos, gestão de inovações e propriedade intelectual e proteção industrial, gestão da qualidade, inteligência de negócios, transferência de tecnologia.

Essa atuação poderá ocorrer nos seguintes locais de trabalho:

  • Laboratórios de pesquisa básica e aplicada em universidades e institutos de pesquisa ou empresas e indústrias;
  • Plantas industriais e laboratórios de controle de qualidade em alimentos e bebidas (cerveja, queijos, iogurte, vinho, suplementos alimentares, nutrição animal, entre outos), fármacos e biofármacos, cosméticos, biocombustíveis, produtos biotecnológicos, químicos, enzimas, aromas, papel, celulose, entre outros;
  • Laboratórios de serviços analíticos (fármacos, alimentos, bioquímica clínica e toxicológica, diagnóstico molecular, ambientais – águas e esgotos, agroquímicos, forense e perícia científica, entre outros);
  • Laboratórios de análises clínicas, para a realização de análises clínicas, incluindo a análise de materiais como urina, sangue, fezes e outros, podendo emitir e assinar os laudos e pareceres relacionados ás análise clínicas.
  • Salas de aulas de universidades públicas e privadas;
  • Escritórios: comércio e marketing de produtos laboratoriais, de análise e elaboração de patentes e gestão de inovações, fundos de investimentos, entre outros.

Sugestões de Leitura

Como está o mercado de trabalho de Bioquímica?

COMO ESTÁ O MERCADO DE TRABALHO DE BIOQUÍMICA? QUAIS SÃO AS OPÇÕES?
O mercado de trabalho para o bioquímico está se diversificando na direção das áreas de alimentos (bebidas e nutrição animal inclusive), análises clínicas e toxicológicas, cosméticos, agroquímica e nutrição vegetal, gestão e controle de qualidade microbiológico e físico-químico.

Essa diversificação ocorre tanto porque empresas dessas áreas estão requisitando o bioquímico quanto porque o egresso bioquímico tem procurado maior inserção nessas áreas. Temos diversos exemplos de egressos atuantes áreas citadas acima, bastando buscar o Centro Acadêmico, o BioquímicaBrasil ou uma busca direta no Linkedin para saber quem são. Estas são áreas de atuação que possuem empresas com capacidade de contratação e presentes em todo o território nacional, em capitais e cidades pequenas.

Especificamente, o mercado de trabalho em biotecnologia promete muito mas entrega poucos postos de trabalho, possui alto número de profissionais formados para a área (alta concorrência para poucas vagas), alto número de startups com baixo poder de contratação e
uma grande concentração geográfica em torno de cidades grandes e capitais da região sudeste. Após cerca de 20 anos explorando o mercado de biotecnologia, é consenso entre os egressos bioquímicos que este é um mercado árido e de difícil acesso, por vezes ilusório, se comparado aos mercados de trabalho citados acima. Algumas vezes as empresas utilizam a biotecnologia como um meio tecnológico e não um fim em si em produtos e serviços, sendo requisitado do profissional o domínio de outras tecnologias (ex. diagnóstico molecular não é o único setor de um laboratório clínico e este irá exigir do bioquímico um conhecimento em bioquímica clínica e toxicológica). Em função de todos esses problemas temos um baixo número de egressos atuantes no mercado de trabalho de biotecnologia.

O aluno deve fazer suas escolhas de forma consciente, aproveitando as experiências e networking de egressos e para pesar os prós e contras de cada área de atuação.

Qual é o salário para bioquímico? Existe piso salarial?

Por favor leia:

https://bioquimicabrasil.com/2016/08/28/salario-bioquimico/

O que eu posso fazer no mercado de trabalho?

O Bacharel em Bioquímica possui dupla habilitação: técnica e legal. A habilitação legal é conferida pelo sistema CFQ/CRQ (Conselho dos profissionais da Química), de acordo com o currículo efetivamente cursado e de acordo com o  decreto-lei 85.877 e Resoluções Normativas 36 e 277.

a) Realizar análises laboratoriais (clínicos, toxicológicos, físico-químicos, bioquímicos, microbiológicos, ambientais e bromatológicos):
Selecionar metodologias de análise. Selecionar materiais e reagentes de análise. Selecionar instrumentos e equipamentos de análise. Selecionar critérios de amostragem. Realizar coleta, identificação e acondicionamento de amostras. Realizar tratamento pré-analítico de amostras. Selecionar e medir parâmetros físicos, bioquímicos, químicos, biológicos e microbiológicos das amostras. Calibrar e aferir equipamentos e instrumentos de análises. Realizar tratamento estatístico dos dados. Analisar resultados de ensaios. Rastrear causas de alterações em resultados. Emitir pareceres, laudos e relatórios técnicos. Realizar ensaios analíticos reclamados pela indústria química, de alimentos, farmacêutica, de cosméticos entre outras. Realizar exames e ensaios analíticos reclamados pela clínica médica, tais como bioquímica clínica, química clínica, imunologia, microbiologia, hormônios, urinálise, hematologia, biologia molecular, toxicologia.

b) Produzir insumos, produtos e dispositivos tecnológicos envolvendo substâncias bioquímicas e/ou bioativas:
Definir especificações técnicas de matéria prima, embalagem, materiais, equipamentos e instalações. Estabelecer composição (formulação) de produto final. Elaborar fichas técnicas e procedimentos de produção industrial. Executar processos de produção de insumos, matéria prima e produtos. Orientar processo de envase, embalagem e acondicionamento de produtos. Estabelecer prazo de validade de produtos. Examinar relatórios de produção. Implementar ações preventivas e corretivas. Extrair, purificar e manipular biomoléculas. Manipular genes e agentes biológicos de produção. Desenvolver e produzir biomateriais, dispositivos tecnológicos e bioprodutos. Efetuar controles de segurança química e de biossegurança.

c) Desenvolver metodologias analíticas, produtos e processos:
Planejar, executar e validar melhorias contínuas e novas metodologias analíticas, produtos e processos. Estimar custo-benefício. Elaborar normas e fichas técnicas. Desenvolver equipamentos, instrumentos e ferramentas para análise e produção industrial. Desenvolver programas de computador (softwares) específicos. Testar equipamentos, protótipos, materiais, processos e métodos. Realizar testes em escala laboratorial e em plantas-piloto. Participar de transferência de tecnologia. Efetuar análise estatística de dados. Pesquisar processos, materiais e equipamentos. Prospectar soluções tecnológicas.

d) Realizar Controle, Garantia e/ou Gestão de qualidade:
Executar ensaios de controle de qualidade. Validar métodos de análise, produtos, processos e equipamentos. Definir e analisar indicadores de qualidade. Definir e seguir ferramentas da qualidade. Monitorar processos e sugerir mudanças e correções. Inspecionar o uso de amostras, materiais e equipamentos. Selecionar e qualificar fornecedores. Certificar e Homologar produtos. Realizar auditorias técnicas. Elaborar e controlar documentos do sistema de gestão da qualidade. Administrar não conformidades. Adotar práticas de segurança química e biossegurança. Efetuar análise estatística de dados.

e) Coordenar e realizar gestão de atividades bioquímicas:
Planejar e coordenar atividades de equipe de trabalho. Inspecionar o cumprimento de boas práticas de atividades. Assessorar clientes e fornecedores em questões técnicas. Exercer a responsabilidade técnica pelas atividades. Realizar auditorias técnicas. Estabelecer e gerir cronogramas, orçamentos e metas. Estudar impacto e viabilidade técnica, econômica e social das atividades. Avaliar preceitos éticos e legais da atividade. Obter licença de órgãos governamentais e agências reguladoras necessárias à atividade. Elaborar programa de biossegurança e segurança química. Elaborar programa de gerenciamento de resíduos. Participar de comissões/comitês de ética, biosseguridade, biossegurança e segurança química e de boas práticas. Prospectar soluções tecnológicas. Elaborar cronograma físico-financeiro de projetos. Consultar normas técnicas, de segurança e legislação.

f) Efetuar Pesquisas técnico-científicas:
Avaliar demandas de mercado, da ciência básica e da sociedade. Identificar objeto de estudo científico. Realizar pesquisa bibliográfica. Formular e validar hipóteses, modelos e teorias. Estruturar protocolos de testes e ensaios experimentais. Identificar parceiros e colaboradores. Gerar e analisar dados. Validar hipóteses, modelos e teorias. Disseminar e gerenciar conhecimento produzido. Elaborar projeto de pesquisa científico-tecnológica. Identificar instituições para financiamento de pesquisa. Submeter projeto às comissões de ética em pesquisa. Submeter projeto instituições para financiamento de pesquisa. Participar de comitê / comissão de ética em pesquisa. Avaliar projetos e emitir parecer técnico-científico sobre eles. Definir e executar políticas de disseminação e gerenciamento de conhecimento científico-tecnológico. Efetuar análise estatística de dados. Prospectar soluções tecnológicas.

g) Disseminar e gerencias conhecimento científico-tecnológico (dados, docência, cursos, palestras, eventos, consultoria):
Definir tema e estrutura de aulas, cursos e eventos científicos. Elaborar material didático, relatórios técnico-científicos, patentes. Preparar atividades práticas em campo e laboratório. Apresentar trabalhos em eventos científicos. Submeter patentes a registro. Submeter trabalhos científicos para publicação. Orientar estudantes de ensino médio, graduação e pós-graduação. Redigir relatórios de pesquisa. Organizar eventos para comunidade científica. Organizar eventos para comunidade não científica. Participar de transferência de conhecimentos e tecnologia. Garantir segurança, confidencialidade e integridade dos dados.

h) Prestar Consultoria e Assessoria técnica:
Fornecer subsídios científicos para formulação de políticas públicas. Assessorar setor público e privado na solução de problemas técnicos. Realizar visitas técnicas. Identificar necessidades do cliente. Identificar problemas técnicos. Propor alternativas para solução de problemas. Propor melhorias no processo de fabricação e produto. Resolver problemas técnicos. Prospectar soluções tecnológicas. Comércio, representação técnica e marketing de produtos bioquímicos e laboratorial.

Existem exemplos de empregos para Bioquímicos?

Sim. Recomendamos:

  • Explorar o Linkedin com palavras chaves ” bioquímico” ”bioquímica” ”bacharelado”  para encontrar egressos que estejam no mercado de trabalho e verificar onde estão trabalhando e suas carreiras.
  • Explorar a página Editoriais, onde temos entrevistas com egressos mostrando seu dia a dia, como chegaram lá e como enfrentaram dificuldades: https://bioquimicabrasil.com/editoriais/
  • Explorar a página de exemplos de empregos, onde trazemos um compilado semestral de vagas de emprego pedindo bioquímicos e suas exigências: https://bioquimicabrasil.com/emprego/

CLIQUE NAS SEÇÕES A SEGUIR PARA LER MAIS!

Bioquímica Brasil ©. Divulgando Bioquímica desde 2014!