QUEM É O PROFISSIONAL BIOQUÍMICO?

Veja nos vídeos e tópicos a seguir um pouco mais da história do bacharel em Bioquímica no Brasil, suas áreas de atuação e conquistas!

O Bioquímico

    O Bacharel em Bioquímica faz uso intenso dos conceitos e tecnologias das ciências químicas e bioquímicas para manipular processos químicos dos seres vivos e biomoléculas e assim produzir produtos, processos e serviços em diferentes ramos e contextos: científico, industrial, clínico, analítico, ambiental, alimentício, farmoquímico, químico e biotecnológico.

O bacharelado em Bioquímica foi implantado no Brasil em 2001, na Universidade Federal de Viçosa. Em 2008, foi também foi implementado na Universidade Federal de São João del Rei (no Campus Centro-Oeste) e 2011, a Universidade Estadual de Maringá criou o terceiro curso brasileiro de graduação em Bioquímica. Não deve ser confundindo com outras graduações, tais como farmácia ou biotecnologia, leia mais em Diferenças entre o bacharel em bioquímica e outras profissões.

    Os cursos de graduação em bioquímica são tradicionais em diversos países como Portugal, Espanha, Reino Unido, Chile, Canadá, Austrália e nos Estados Unidos, onde é uma da 10 profissões mais valorizadas e de maior salário. Já no Brasil, os Bacharéis em Bioquímica já fazem parte de empresas, laboratórios, indústrias e órgãos públicos tais como Sucos Tial, GranBio, Natura, Valee, Souza Cruz,Aspen pharma, Pratti Donaduzzi, Lanagro, Inmetro,BioManguinhos/Fiocruz,SAAE-Viçosa, CNPEM e Universidades públicas.

Ser Bacharel em Bioquímica é ir muito além da área de biotecnologia, é construir pontes entre diversas áreas de conhecimento e aplicação da química da vida. Um dos grandes fatores da empregabilidade do bioquímico é a sua capacidade de transitar entre a química e a biologia e de transitar entre conhecimentos/tecnologias tradicionais e inovadoras. A capacidade de conhecer e manipular de forma profunda cada tipo de biomolécula, individualmente ou em misturas e formulações. Modificar a bioquímica utilizando os conhecimentos profundos da química orgânica, química inorgânica, química analítica, físico-química e processos metabólicos e fermentativos. Para nós, a biotecnologia não é um fim em si, mas apenas mais uma tecnologia a nossa disposição para manipular as biomoléculas e suas misturas e formulações, a exemplo da tecnologia química, tecnologia farmoquímica, tecnologia de fermentações, tecnologia enzimática, tecnologia de alimentos, tecnologia clínica etc….

O objetivo do curso é formar profissionais que possam atender a setores estratégicos para o desenvolvimento econômico e social, tanto a nível local e regional quanto a nível nacional, em áreas como:

  1. Produção científico-tecnológica e de inovação: ciência básica, desenvolvimento e melhoria contínua de produtos industriais e serviços analíticos, inovação;
  2. Serviços analíticos (clínicos, industriais, ambientais e de alimentos);
  3. Controle e garantia de qualidade;
  4. Produção industrial de compostos bioquímicos por processos fermentativos e outros métodos;
  5. Manipulação, formulação, análise e produção de produtos contendo compostos bioquímicos principalmente nas áreas de alimentos, fitoquímica, cosméticos, farmoquímicos, diagnóstico laboratorial, químicos renováveis e agroquímicos;
  6. Disseminação de conhecimento científico-tecnológico (docência, consultoria, assessoria científica, vendas e marketing).
  7. Serviços gerenciais: gestão de projetos e processos, gestão de inovações e propriedade intelectual e proteção industrial, gestão da qualidade, inteligência de negócios, transferência de tecnologia.

  Ser Bacharel em Bioquímica é ver e se apoiar em gigantes que construíram a bioquímica nacional, da pesquisa básica até a primeira indústria bioquímica do país!

Saiba mais em:   Wikipedia, Guia Abril do Estudante: 9 fatos sobre o Bioquímico, História da Bioquímica científica no país: SBBQ

Áreas de atuação e Mercado de trabalho

 O Bacharel em Bioquímica faz uso intenso dos conceitos e tecnologias das ciências químicas e bioquímicas para manipular processos químicos dos seres vivos e biomoléculas e assim produzir produtos, processos e serviços em diferentes ramos e contextos: científico, industrial, clínico, analítico, ambiental, alimentício, farmoquímico, químico e biotecnológico. Um dos grandes fatores da empregabilidade do bioquímico é a sua capacidade de transitar entre a química e a biologia e de transitar entre conhecimentos/tecnologias tradicionais e inovadoras. A capacidade de conhecer e manipular de forma profunda cada tipo de biomolécula, individualmente ou em misturas e formulações. Modificar a bioquímica utilizando os conhecimentos profundos da química orgânica, química inorgânica, química analítica, físico-química e processos metabólicos e fermentativos.

A fortíssima base de técnicas e conceitos de cálculo e estatística, química orgânica, físico-química, processos industriais e gerenciais, bioquímica assim como bromatologia, processos fermentativos, bioquímica clínica e toxicológica, microbiologia, imunologia e biotecnologia fornecem as habilidades  fundamentais em diversas áreas: melhoria contínua de produtos e processos, pesquisa e desenvolvimento, controle e garantia de qualidade, produção industrial, gestão de projetos, de laboratórios e de inovações, assessoria e consultoria científica, vendas e representação técnica, elaboração e análise de documentações técnico-científicas e patentes dentre outros.

    Os locais de trabalho são:

a) laboratórios de pesquisa básica e aplicada em universidades e institutos de pesquisa ou empresas e indústrias;

b) plantas industriais e laboratórios de controle de qualidade em:

  • alimentos, bebidas, nutrição especializada (cerveja,queijos, iogurte, vinho, suplementos alimentares,nutrição animal),
  • fármacos, fitoterápicos e biofármacos (farmoquímica),
  • cosméticos
  • biocombustíveis e biorrefinarias
  • produtos biotecnológicos
  • química fina: enzimas, aromas, fitoquímicos
  • papel e celulose
  • tratamento de águas e resíduos sólidos

c) Laboratórios de serviços analíticos diversas:

  • fármacos, fitoterápicos e biofármacos
  • alimentos (bromatologia)
  • bioquímica clínica, toxicológica, e de diagnóstico molecular
  • ambientais: águas e esgotos,resíduos sólidos, poluentes, qualidade do ar.
  • agroquímicos
  • forense e perícia científica

d) Salas de aula de universidades;

e) Escritórios relacionados a atividade técnica e teórica do bioquímico: comércio e marketing de produtos laboratoriais, de análise e elaboração de  patentes e gestão de inovações,de fundos de investimento, gestão da qualidade, gestão de projetos.

Em geral, os bioquímicos se encaixam nos seguintes perfis ou misturas de perfis:

  • O Bioquímico pesquisador científico: Possui gosto em aplicar o método científico e  a bioquímica na fronteira do conhecimento. Possui facilidades de lidar com ambiguidades e incertezas.

  • O Bioquímico industrial ou clínico (produção,controle de qualidade e análise): Prefere aplicar o método científico e a bioquímica em algo palpável e concreto como um produto ou uma análise química/bioquímica/microbiológica que gere um laudo conclusivo ao cliente. Não gostam de estar na fronteira do conhecimento e de lidar com ambiguidades e incertezas.

  • O bioquímico gestor/comercial: Prefere juntar conhecimentos do mundo dos negócios com conhecimentos técnicos em bioquímica em áreas de gestão de projetos, marketing e vendas, gestão de inovações, gestão de laboratórios.

  • O bioquímico empreendedor: Essa é a pessoa que irá assumir os riscos de criar e ser dono do próprio negócio ou do próprio laboratório.

  • O bioquímico docente: Este é o bioquímico que gosta de reproduzir o conhecimento aprendido, mas não necessariamente irá ser pesquisador.

Saiba mais sobre o mercado de trabalho e áreas de atuação do Bioquímico aqui: O Bioquímico na industria, Pense antes de querer fazer pesquisa científicaBioquímico: várias carreiras, Bioquímico na área clínica, A questão salarial para o Bioquímico, Como ser um Bioquímico de sucesso, Por que contratar um Bioquímico?,  Atribuições profissionais e Conselho (CRQ), Áreas de atuação

Como o Bioquímico irá agregar valor a sua empresa?

O objetivo do Bacharelado em Bioquímica é formar profissionais que dominem e utilizem quaisquer interfaces entre química e biologia para atender setores estratégicos para o desenvolvimento econômico e social, tanto a nível local e regional quanto a nível nacional, em áreas como:

1. Produção científico-tecnológica e de inovação: ciência básica, desenvolvimento e melhoria contínua de produtos industriais e serviços analíticos, inovação;

2. Serviços analíticos (clínicos, ambientais e de alimentos);

3. Controle e garantia de qualidade;

4. Produção industrial de compostos bioquímicos por processos fermentativos e outros métodos;

5. Manipulação, formulação, análise e produção de produtos contendo compostos bioquímicos principalmente nas áreas de alimentos, cosméticos, farmoquímicos, diagnóstico laboratorial, químicos renovavéis e agroquímicos;

6. Disseminação de conhecimento científico-tecnológico (docência, consultoria, assessoria científica, vendas e marketing);

7. Serviços gerenciais: gestão de projetos e processos, gestão de inovações e propriedade intelectual e proteção industrial, gestão da qualidade, inteligência de negócios, transferência de tecnologia.

O conteúdo do curso de Bacharelado em Bioquímica é centrado em ciência, tecnologia e inovação nas interfaces entre química e biologia, com uso intenso dos conceitos e tecnologias das ciências químicas e bioquímicas, definindo assim o Bacharel em Bioquímica como profissional da química com registro no sistema CFQ/CRQ. Juntamente a esta forte base de ciências químicas, o profissional recebe também sólidos conceitos de cálculo e estatística, operações unitárias, fenômenos de transporte, processos gerenciais, biologia e biotecnologia. Com isto, o Bacharel em Bioquímica é capaz de transitar entre a química e a biologia e entre conhecimentos/tecnologias tradicionais e inovadoras. Portanto, o Bacharel em Bioquímica faz uso intenso dos conceitos e tecnologias das ciências químicas e bioquímicas para manipular processos químicos dos seres vivos e biomoléculas e assim produzir produtos, processos e serviços em diferentes ramos e contextos: científico, industrial, clínico, analítico, ambiental, alimentício, farmoquímico, químico e biotecnológico. 

Um dos grandes fatores da empregabilidade do bioquímico é a sua capacidade de transitar entre a química e a biologia e de transitar entre conhecimentos/tecnologias tradicionais e inovadoras. A capacidade de conhecer e manipular de forma profunda cada tipo de biomolécula, individualmente ou em misturas e formulações. Modificar a bioquímica utilizando os conhecimentos profundos da química orgânica, química inorgânica, química analítica, físico-química e processos metabólicos e fermentativos.

Os profissionais graduados em Bioquímica possuem a capacidade de conhecer, analisar e manipular cada tipo de biomolécula – individualmente ou em misturas e formulações – com uma visão química aguçada e única, devido aos conhecimentos aprofundados de química orgânica, química geral, química analítica, físico-química e disciplinas especializadas por biomoléculas (carboidratos, ácidos nucléicos, proteínas, lipídeos, fitoquímicos e produtos naturais) e por reações bioquímicas (enzimologia, bioquímica metabólica, bioquímica celular, processos bioquímicos industriais). Além disso, os bioquímicos são capazes de correlacionar a bioquímica com esta visão química aprofundada dos processos essenciais da biologia básica, clínica e tecnológica em seus níveis celular, tecidual, genético e fisiológico de seres humanos, animais, vegetais e microrganismos.

Nesse sentido temos dois níveis de valor que o bioquímico entrega para a sua empresa:

1 – Como classe profissional (grupo) o Bioquímico agrega valor com seu forte conhecimento em química na interface com a biologia e seu grande aprofundamento nas características individuais de cada biomolécula e suas misturas, formulações, métodos de análise, métodos
de produção e aplicações (clínica, alimentícia, cosmética, farmoquímica, agroquímica, ambiental), conforme explicado anteriormente.

2 – Como indivíduo, cabe ao bioquímico descobrir suas características pessoais que agregam valor a empresas, e que serão trabalhadas em parceria com a universidade, tais como:

  • Realizar constante auto-conhecimento;
  • Ler ambientes de trabalho e construir redes de relacionamento profissional;
  • Controlar a comunicação, expressando empatia, cordialidade, adequação do momento da comunicação e do público alvo;
  • Buscar resultados, aprimorando capacidade de resolução de problemas e negociação entre partes interessadas na obtenção do resultado;
  • Buscar força mental, aprimorando a resiliência, adaptabilidade e flexibilidade de atuação;
  • Entender processos de gestão, liderança e empreendedorismo;
  • Desenvolver visão do todo e visão específica sobre os conhecimentos bioquímicos;
  • Construir sua proposta única de valor para o mercado de trabalho ou acadêmico, se tornando um profissional único e valorizado perante os demais;
  • Ser capaz de formar/participar de times de alto desempenho;
  • Eficiente gestão/organização do próprio tempo;
  • Alta capacidade de resolver problemas com eficiência.
O que um Bioquímico poderá fazer por sua empresa?

O Bacharel em Bioquímica possui dupla habilitação: técnica e legal. A habilitação legal é conferida pelo sistema CFQ/CRQ (Conselho dos profissionais da Química), de acordo com o currículo efetivamente cursado e de acordo com o  decreto-lei 85.877 e Resoluções Normativas 36 e 277.

a) Realizar análises laboratoriais (clínicos, toxicológicos, físico-químicos, bioquímicos, microbiológicos, ambientais e bromatológicos):
Selecionar metodologias de análise. Selecionar materiais e reagentes de análise. Selecionar instrumentos e equipamentos de análise. Selecionar critérios de amostragem. Realizar coleta, identificação e acondicionamento de amostras. Realizar tratamento pré-analítico de amostras. Selecionar e medir parâmetros físicos, bioquímicos, químicos, biológicos e microbiológicos das amostras. Calibrar
e aferir equipamentos e instrumentos de análises. Realizar tratamento estatístico dos dados. Analisar resultados de ensaios. Rastrear causas de alterações em resultados. Emitir pareceres, laudos e relatórios técnicos. Realizar ensaios analíticos reclamados pela indústria química, de alimentos, farmacêutica, de cosméticos entre outras. Realizar exames e ensaios analíticos reclamados pela clínica médica, tais como bioquímica clínica, química clínica, imunologia, microbiologia, hormônios, urinálise, hematologia, biologia molecular, toxicologia.

b) Produzir insumos, produtos e dispositivos tecnológicos envolvendo substâncias bioquímicas e/ou bioativas:
Definir especificações técnicas de matéria prima, embalagem, materiais, equipamentos e instalações. Estabelecer composição (formulação) de produto final. Elaborar fichas técnicas e procedimentos de produção industrial. Executar processos de produção de insumos, matéria prima e produtos. Orientar processo de envase, embalagem e acondicionamento de produtos. Estabelecer prazo de
validade de produtos. Examinar relatórios de produção. Implementar ações preventivas e corretivas. Extrair, purificar e manipular biomoléculas. Manipular genes e agentes biológicos de produção. Desenvolver e produzir biomateriais, dispositivos tecnológicos e bioprodutos. Efetuar controles de segurança química e de biossegurança.

c) Desenvolver metodologias analíticas, produtos e processos:
Planejar, executar e validar melhorias contínuas e novas metodologias analíticas, produtos e processos. Estimar custo-benefício. Elaborar normas e fichas técnicas. Desenvolver equipamentos, instrumentos e ferramentas para análise e produção industrial. Desenvolver programas de computador (softwares) específicos. Testar equipamentos, protótipos, materiais, processos e métodos. Realizar testes em escala laboratorial e em plantas-piloto. Participar de transferência de tecnologia. Efetuar análise estatística de dados. Pesquisar processos, materiais e equipamentos. Prospectar soluções tecnológicas.

d) Realizar Controle, Garantia e/ou Gestão de qualidade:
Executar ensaios de controle de qualidade. Validar métodos de análise, produtos, processos e equipamentos. Definir e analisar indicadores de qualidade. Definir e seguir ferramentas da qualidade. Monitorar processos e sugerir mudanças e correções. Inspecionar o uso de amostras, materiais e equipamentos. Selecionar e qualificar fornecedores. Certificar e Homologar produtos. Realizar auditorias
técnicas. Elaborar e controlar documentos do sistema de gestão da qualidade. Administrar não conformidades. Adotar práticas de segurança química e biossegurança. Efetuar análise estatística de dados.

e) Coordenar e realizar gestão de atividades bioquímicas:
Planejar e coordenar atividades de equipe de trabalho. Inspecionar o cumprimento de boas práticas de atividades. Assessorar clientes e fornecedores em questões técnicas. Exercer a responsabilidade técnica pelas atividades. Realizar auditorias técnicas. Estabelecer e gerir cronogramas, orçamentos e metas. Estudar impacto e viabilidade técnica, econômica e social das atividades. Avaliar preceitos éticos e legais da atividade. Obter licença de órgãos governamentais e agências reguladoras necessárias à atividade. Elaborar programa de biossegurança e segurança química. Elaborar programa de gerenciamento de resíduos. Participar de comissões/comitês
de ética, biosseguridade, biossegurança e segurança química e de boas práticas. Prospectar soluções tecnológicas. Elaborar cronograma físico-financeiro de projetos. Consultar normas técnicas, de segurança e legislação.

f) Efetuar Pesquisas técnico-científicas:
Avaliar demandas de mercado, da ciência básica e da sociedade. Identificar objeto de estudo científico. Realizar pesquisa bibliográfica. Formular e validar hipóteses, modelos e teorias. Estruturar protocolos de testes e ensaios experimentais. Identificar parceiros e colaboradores. Gerar e analisar dados. Validar hipóteses, modelos e teorias. Disseminar e gerenciar conhecimento produzido. Elaborar projeto de pesquisa científico-tecnológica. Identificar instituições para financiamento de pesquisa. Submeter projeto às comissões de ética em pesquisa. Submeter projeto instituições para financiamento de pesquisa. Participar de comitê / comissão de ética
em pesquisa. Avaliar projetos e emitir parecer técnico-científico sobre eles. Definir e executar políticas de disseminação e gerenciamento de conhecimento científico-tecnológico. Efetuar análise estatística de dados. Prospectar soluções tecnológicas.

g) Disseminar e gerencias conhecimento científico-tecnológico (dados, docência, cursos, palestras, eventos, consultoria):
Definir tema e estrutura de aulas, cursos e eventos científicos. Elaborar material didático, relatórios técnico-científicos, patentes. Preparar atividades práticas em campo e laboratório. Apresentar trabalhos em eventos científicos. Submeter patentes a registro. Submeter trabalhos científicos para publicação. Orientar estudantes de ensino médio, graduação e pós-graduação. Redigir relatórios de
pesquisa. Organizar eventos para comunidade científica. Organizar eventos para comunidade não científica. Participar de transferência de conhecimentos e tecnologia. Garantir segurança, confidencialidade e integridade dos dados.

h) Prestar Consultoria e Assessoria técnica:
Fornecer subsídios científicos para formulação de políticas públicas. Assessorar setor público e privado na solução de problemas técnicos. Realizar visitas técnicas. Identificar necessidades do cliente. Identificar problemas técnicos. Propor alternativas para solução de problemas. Propor melhorias no processo de fabricação e produto. Resolver problemas técnicos. Prospectar soluções tecnológicas.
Comércio, representação técnica e marketing de produtos bioquímicos e laboratorial.

Poderia me dar exemplos de como o Bioquímico agrega valor?

Sim. Recomendamos:

  • Explorar o Linkedin com palavras chaves ” bioquímico” ”bioquímica” ”bacharelado”  para encontrar egressos que estejam no mercado de trabalho e verificar onde estão trabalhando e suas carreiras.
  • Explorar a página Editoriais, onde temos entrevistas com egressos mostrando seu dia a dia, como chegaram lá e como enfrentaram dificuldades: https://bioquimicabrasil.com/editoriais/
  • Explorar a página de exemplos de empregos, onde trazemos um compilado semestral de vagas de emprego pedindo bioquímicos e suas exigências: https://bioquimicabrasil.com/emprego/

CLIQUE NAS SEÇÕES A SEGUIR PARA LER MAIS!

REDES SOCIAIS & CONTATO

FACEBOOK LINKEDIN INSTAGRAM

bioquimicabr@gmail.com

FACEBOOK
LINKEDIN
INSTAGRAM

bioquimicabr@gmail.com

Bioquímica Brasil ©. Divulgando a ciência Bioquímica desde 2014!